segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Caravana da Anistia realiza sessão pública na quinta e sexta em Foz do Iguaçu

Foz do Iguaçu irá receber, nos dias 13 e 14 de outubro, a Caravana da Anistia, um projeto do Ministério da Justiça que realiza sessões públicas itinerantes de apreciação de requerimentos de anistia política, acompanhada de atividades pedagógicas e culturais. O projeto, iniciado em 2008, está em sua 52ª edição e já passou por 18 estados brasileiros, além do Distrito Federal, atingindo um público direto de mais de 15 mil pessoas.

As atividades iniciam na quinta-feira na UNILA, com uma série de debates e mesas redondas que irão discutir temas envolvendo o processo de anistia política. O objetivo é sensibilizar o público jovem, que não viveu no período da ditadura militar. Os presentes poderão conversar com pesquisadores e autoridades, como Victor Abramovich do Instituto de Políticas Públicas em Direitos Humanos do Mercosul, Martín Almada, responsável por descobrir os Arquivos do Terror  da Operação Condor, e Paulo Abrão da Comissão de Anistia do Ministério da Justiça.

No encerramento do primeiro dia, acontece a Palestra Musical Resistir é Preciso, uma parceria entre a banda Humanos Vermelhos e o Grupo Tortura Nunca Mais, do Paraná. O musical irá provocar um debate, de forma diferenciada, sobre questões envolvendo história, política, direitos humanos e o papel do cidadão diante dos desafios da contemporaneidade.

Requerimentos de Anistia
Na sexta-feira (14), acontece a segunda etapa da Caravana: a sessão apreciação dos requerimentos de anistia política. A atividade acontece na Câmara Municipal de Vereadores, a partir do meio dia, e é aberta para toda a população.

Os conselheiros da Comissão de Anistia irão julgar alguns processos de pessoas, da região de Foz do Iguaçu, que foram atingidas pelos atos de exceção durante a ditadura militar, instalada no Brasil em 1º de abril de 1964. Além das formalidades necessárias para o julgamento administrativo, a sessão pretender resgatar a trajetória e história de vida dos perseguidos políticos da região de Foz do Iguaçu, que terão efetivados o direito à reparação nos planos material e simbólico. Eles irão receber, por parte do Ministério da Justiça, o Certificado de Homenagem aos Anistiados Políticos.

Inscrições
Para participar das palestras e mesas redondas que acontecem na UNILA, no dia 13, é necessário enviar nome e número de identidade para o e-mail cerimonial@unila.edu.br. As vagas são limitadas. As atividades acontecem no bloco de salas de aula da UNILA, no Parque Tecnológico Itaipu. Os participantes deverão retirar crachá no Centro de Cadastramento da Itaipu Binacional.

Para participar da sessão de apreciação de requerimentos de anistia, na Câmara de Vereadores, não é necessária inscrição prévia.

(UNILA) '

Nenhum comentário:

Postar um comentário